As nossas sugestões para preparar o site do seu hotel para 2019

Como deve saber, o site do seu hotel é a sua montra online. Para a reputação do seu estabelecimento, é fundamental que o site ofereça uma experiência online que satisfaça os novos hábitos dos clientes, mas que também satisfaça os critérios de SEO (otimização para motores de busca), para que possa surgir no topo dos resultados e, assim, aumentar as suas vendas diretas.

A seguir, deixamos algumas sugestões para melhorar o seu SEO e gerar tráfego em 2019:

 

Um site que se possa adaptar: que seja “amigo dos dispositivos móveis”

Nunca nos cansamos de referir isto: os seus clientes utilizam telemóveis! Tal como Edward Lines, Gestor para a Setor da Hospitalidade na Google, referiu durante o London’s Hotel Digital Lab, 71% dos viajantes utilizaram os seus smartphones para procurar viagens em 2017, sendo a percentagem em 2016 de 56%. Necessita de responder às questões que os viajantes perguntam a si mesmos onde quer que estejam, independentemente do dispositivo que utilizam para chegar até si. Por isso, o seu site deve adaptar-se a todo o tipo de smartphones e tablets do mercado.

Ser “Mobile Friendly” é, cada vez mais, importante nos dias de hoje. Isto porque a Google trabalha no seu algoritmo de SEO com o foco na pesquisa em dispositivos móveis: se o seu site não oferecer conteúdos adaptados e adequados, não chegará à primeira página do motor de busca.

Deseja avaliar a capacidade do seu site nos dispositivos móveis? Utilize ferramentas como o Google Mobile-Friendly test.

 

Um site que seja rápido: não deixe os clientes fugir

“Mais de metade dos visitantes sairá do site do seu hotel se ele for lento. Por isso, certifique-se de que lhes proporciona uma experiência rápida e sem problemas”, afirma Edward Lines, cuja missão na Google é ajudar os hotéis a aumentarem as reservas diretas. “86% esperam que as agências de viagens ofereçam uma experiência de reserva rápida” – não se deixe ultrapassar! A Google recomenda que um site carregue uma página em menos de um segundo e, como é óbvio, o tempo que demora a carregar influencia a classificação orgânica do motor de busca.

Um site que seja demasiado lento, vai deixá-lo para segundo plano… . Primeiro, porque um viajante tem de procurar o seu hotel no Google, uma vez que o site oficial do seu hotel não aparece nos resultados principais e, em segundo, se o viajante entrar no seu site lento, ele vai sair do site mesmo antes de aceder aos seus melhores conteúdos.

Mas como é que consegue saber se o seu site carrega as páginas a uma velocidade satisfatória? Comece por utilizar ferramentas de teste, como a PageSpeed Insights Google, que lhe diz o tempo que o seu site demora a carregar, especialmente em dispositivos móveis, e indica-lhe as áreas a melhorar. Se o seu site não for suficientemente eficaz, contacte especialistas em conteúdos online, que podem implementar medidas corretivas ou, até mesmo, recriar consigo o site do seu hotel.

 

Um hotel seguro: conquiste a confiança dos viajantes

Um viajante tem de se sentir seguro quando estiver a realizar uma reserva diretamente no site do seu hotel. A confiança começa quando demonstra ao viajante que está a oferecer o melhor preço no seu site oficial, por exemplo, através das plataformas de comparação de preços.

Ainda assim, necessita de lhes dar tranquilidade quando se trata da segurança do seu site. Os viajantes partilham os seus dados pessoais, até mesmo os bancários consigo. Por isso, eles têm o direito a exigir-lhe um nível elevado de segurança.

Se definir um protocolo HTTPS, o qual utiliza encriptação para garantir que as informações recebidas ou enviadas pelo visitante do site não podem ser lidas mesmo que sejam intercetadas, pode garantir essa tranquilidade aos seus visitantes.

Esta é, atualmente, a norma do comércio eletrónico.

Os navegadores de internet tratam igualmente os sites com protocolo HTTP e HTTPS de forma diferente. Por exemplo, o Chrome indica, agora, que todos os sites com protocolo HTTP são “inseguros”:

Para além disso, a Google afirmou que o protocolo HTTPS é, atualmente, um dos fatores que têm em conta nos seus algoritmos para calcular SERPs – (Search Engine Results Page).

Por isso, a passagem para um protocolo HTTPS é relevante tanto para a experiência do utilizador, como para o seu SEO.

O seu site ainda não tem protocolo HTTPS? Contacte a agência de Web design que desenvolveu o seu site ou entre em contacto com o nosso Web Studio.

 

Um site com “personalização geográfica” e com localização geográfica

A personalização geográfica proporciona uma experiência diferente aos visitantes, pois baseia-se nas suas localizações e preferências. Sem ser necessário os viajantes introduzirem a sua localização, você pode, por exemplo, mostrar ofertas especiais, apresentar o seu site no idioma do seu visitante, etc.

Para além da personalização geográfica, também poderá considerar realçar a localização do seu hotel através da apresentação de pontos de interesse nos arredores. O Belleval Hotel, que delegou o desenvolvimento do seu site à Web Studio da Fastbooking, é um bom exemplo de como tornar a sua localização num excelente cartão-de-visita. E como foi isso conseguido? Utilizando um mapa integrado para apresentar vários pontos de interesse: museus, monumentos e lojas.

Aviso: A integração do Google Maps no seu site exige, agora, a criação da sua chave API do Google Maps. Se ainda não tiver criado a sua chave, pode encontrar o seu procedimento aqui. Certifique-se de que as suas informações Google encontram-se atualizadas, caso contrário nenhum dos seus mapas irá funcionar no site do seu hotel.

 

Um site inteligente: mensagens instantâneas para servir melhor os viajantes

A integração de uma aplicação de mensagens instantâneas no site do seu hotel traz muitas vantagens. Em primeiro lugar, da perspetiva do cliente, este último recebe as respostas às suas questões 24 horas por dia, 7 dias por semana e de forma fácil e sem compromisso. É uma boa forma de tranquilizá-lo e de encaminhá-lo diretamente para a página de reservas.

Como fundador da Hotel Direct Booster Eddy Mimoun explica: “existem 2 tipos de comportamentos de viajantes que se destacam nos sites de hotéis: a incerteza ao reservar de que estão a fazer a escolha certa e a necessidade de ser informado. O serviço de mensagens instantâneas tranquiliza-os e ajuda a aumentar as vendas em 25%. Já um serviço automático de mensagens informa os viajantes antes e durante as suas estadias, sem qualquer intervenção do hotel.”

É igualmente uma vantagem para a sua receção. Imagine todos os pedidos que podem ser tratados por um serviço automático de mensagens em vez da sua equipa de rececionistas: pedidos de disponibilidade, questões sobre as instalações, etc. Assim, tem mais tempo livre para mimar os seus clientes!

 

Deseja atualizar o site do seu hotel? Contacte os nossos especialistas do Web Studio

 

Categorias